Desde então, a equipe multiprofissional composta por alunos, professores e técnicos-administrativos do programa, inspirados em boas-práticas de ações semelhantes, estão a desenvolver uma programação diversificada que engloba feira, rodas de conversa, oficinas, minicursos, aulas de desenho e pintura, dança, música, apresentações artísticas, promovem o turismo cultural, empreendedorismo social e a economia circular. Permite estabelecer conexões entre Comunidade, Universidade e demais Instituições, com o objetivo de comunicar, documentar, salvaguardar e dar visibilidade ao Patrimônio Cultural e Natural.

 

o museu da vila

 

Iniciamos as nossas atividades educativas e culturais em junho de 2018, quando as portas do Museu da Vila foram abertas pela comunidade do Bairro Coqueiro do Praia,

 

Além das aulas teórico-práticas do único mestrado profissional em museologia do Norte e Meio Norte do Brasil, o que o faz um museu-escola de formação no campo da museologia de inovação social. 

dsf.png

- Formar profissionais com habilidades e competências no campo de estudos e intervenções da museologia e inovação social, nomeadamente, na Área de Proteção Ambiental APA Delta do Parnaíba;

 

- Elaborar, aplicar e avaliar projetos de natureza ação vinculados aos Projetos Matriz do Programa, como forma de permitir a continuidade de programas, projetos e ações de registro, salvaguarda e comunicação do Patrimônio (em sentido lato) gerindo por instituições e pessoas do próprio território; 

 

- Formar profissionais que investiguem o lugar onde vivem, os espaços de atuação profissional, que estudem as comunidades locais e seus patrimônios cultural e natural; 

 

- Construir investigações e intervenções transdisciplinares e inter institucionais, que permitam refletir e criar conceitos, metodologias, estratégias e práticas para implementação e gestão ativa dos patrimônios em museus descentralizados, poli nucleares, associados em rede, nos territórios; 

 

- Discutir e aplicar conceitos e práticas em arte e intervenção urbana, 

 

- Aplicar metodologia participativas associadas à história oral, etnografia, fotografia, filme documentário, museografia, etc.; 

 

- Elaborar e aplicar instrumentos de pesquisa inovadores, tecnologias sociais no campo do patrimônio, do ensino, da educação, dos museus, do turismo; 

 

-  Formar pessoas, profissionais que possam compreender, em uma perspectiva comparada, inter, multi e transdisciplinar, especificidades de saberes e modos de viver de comunidades diversas do Brasil  e de outros países de língua portuguesa e espanhola, considerando as realidades e singularidades territoriais; 

 

- Aprofundar conceitos, metodologias e ações que considerem indispensáveis as demandas das comunidades educacionais, culturais e do patrimônio, o encontro com as suas necessidades e desejos. 

 

- Formar professores que possam compreender e aplicar conceitos e métodos associados ao patrimônio cultural a educação e interpretação patrimonial; educação ambiental; educação museal. 

ESTRUTURA CURRICULAR

 

Ao final do Curso, o pós-graduando deverá ter integralizado 30 créditos - 450 horas aulas, da seguinte forma: 12 créditos - 180 horas, em disciplinas obrigatórias, 04 créditos - 60 horas, em disciplinas optativas, 04 créditos - 60 horas, em disciplinas de pesquisa e orientação, 04 créditos - 60 horas, em Estágio, e 06 créditos - 90 horas, na elaboração e defesa pública da dissertação.